sexta-feira, 21 de maio de 2010

Até Amanhã

Deixemos esta noite entrar em nosso corpo
Todas as outras também
Até o amanhecer dos teus olhos

Beijemos a lua do mar
Como o beija-flor faz
Até teu brilho estar em nós

Toquemos o orvalho de toda hora nascida
Assim não no sperdemos
E sabemos que tempo és em ti

Busquemos a aurora de nossos dias passados
Para não errarmos
Como nossos antepassados

Registremos a chegada do novo
Que encosta na pele sedenta
Mergulhados em prazeres e desprazeres mentais

Degustemos o aroma da terra recém molhada
Enchacada
À alma dar vida. Reluz!

Deixe esta noite penetrar em ti
Aproximando o amanhã florear
Até teus olhos amanhecerem em mim.
*

2 comentários:

Laisa Pereira disse...

Gi!

Não entendo muito de poesia, mas gosto muito do jeito como você se expressa!

E a apresentação foi bacana, sim. Vários bons contatos e alguns elogios de gente importante pra mim. Saldo super positivo!

Beijão e continue com o bom trabalho!!!

Gi. disse...

Ah, muito obrigada Laisa!!!!
Sucesso p nós sempre.
;)
bjs***